NOTÍCIA

Websérie “Resistência Samba Rock” traz a oralidade e legado da arte e cultura pretas para o meio digital

Leia também:

O projeto resgata e registra histórias dessa manifestação negra e periférica da cidade de São Paulo, de modo a manter o gênero musical vivo para as próximas gerações

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.


Zona Sul de São Paulo, ano de 2011. Esse é o pano de fundo para o nascimento do coletivo “Bons Tempos Nostalgia Black”, que foi criado com o intuito de disseminar a cultura do Samba Rock nas periferias da cidade, realizando bailes nostalgia, aulas de dança gratuitas de Samba Rock e de Danças Urbanas, além de outras atividades ligadas ao movimento do Samba Rock, compreendendo-o como arte e expressão negras.

O mais recente projeto do coletivo é a obra audiovisual “Resistência Samba Rock”, uma websérie de cinco episódios, com o primeiro a ser lançado na quinta-feira, 10, no canal do Youtube “Bons Tempos Nostalgia Black”. Cada episódio aborda temas diferentes, desde a história do Samba Rock, contexto político do seu surgimento e a consolidação do gênero musical; passando pela estética, autoestima e a importância da cultura dos bailes para a construção da identidade do povo negro; até chegar ao papel dos coletivos culturais e dos artistas para a difusão da cultura preta e periférica.

 A ideia para a produção da série surgiu em meados de 2020, momento em que o coletivo viu-se na obrigação de repensar estratégias para continuar de pé em meio ao contexto pandêmico, ao mesmo tempo em que colaborava para o registro e legado no meio digital do movimento cultural preto e periférico e para a sobrevivência dos artistas independentes, que, de um dia para o outro, tinham perdido seu principal meio de subsistência.

“A série tem o objetivo de documentar, por meio da produção audiovisual, a história vivida dos bailes black na cidade de São Paulo, buscando recortar sua permanência e importância política na formação do pensamento e posicionamento de negras e negros, principalmente vindos das periferias. Para além de “contar histórias” do quão bons foram aqueles tempos, pretendemos mostrar o quanto a cultura permanece viva em bailes tradicionais pela região da Zona Sul, inclusive em formatos digitais, tocados e voltados para jovens”

Camila Odara, produtora do coletivo Bons Tempos Nostalgia Black

Vale destacar que cada episódio conta com convidados que protagonizaram a cena dos bailes black, desde seu surgimento até a atualidade, tais como: Leonardo Cordeiro (presidente e professor do coletivo Samba Rock Cultural), Mariana dos Santos (historiadora, diretora, produtora cultural e professora de samba rock no coletivo Eu Soul Samba Rock), Levi Souza – o “Poeta Fuzzil” (autor do livro Samba Rock Diverso, da Academia Periférica de Letras), Bete Aduke (líder comunitária, diretora social e professora de Samba Rock na empresa Samba Rock Nato), Osvaldo Pereira – o “Primeiro Dj do Brasil” (criador da orquestra invisível e pioneiro da discotecagem brasileira), Dinho Pereira (DJ e filho do Osvaldo Pereira), Tadeu Pereira (DJ e filho do Osvaldo Pereira), Rodrigo dos Santos – “Rodstyle” (multiartista, arte educador, DJ e fomentador da cultura Hip-Hop nas periferias da Zona Sul) e Donizeth Carneiro – DJ Caio (fundador do Bons Tempos Nostalgia Black, percussionista e discotecário).

O projeto conta com a produção de Camila Odara (membro do coletivo Bons Tempos Nostalgia Black, assistente de direção e edição), ao lado de Bárbara Alves (assistente de produção), Larissa Estevam (assistente de edição) e do Coletivo Olhares de Guiné (captação de imagem, som e edição). A websérie possui, ainda, o patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura, por meio do programa para a Valorização de Iniciativas Culturais (VAI II), com o intuito de incentivar financeiramente coletivos periféricos da cidade de São Paulo.

Para quem quiser vivenciar e sentir na pele toda a nostalgia e ancestralidade de um baile repleto de trocas entre gerações, mantendo a cultura do Samba Rock viva, o próximo evento do coletivo será no dia 13 de novembro, entre 14h e 18h, no Bloco do Beco, localizado na altura do número 2, da Rua Bento Barroso Pereira, no Jardim Ibirapuera.

Além do baile com discotecagem, também terão aulas de samba rock e show ao vivo com a Banda Poesia Samba Soul – formada por Claudinho Miranda (vocais e violão), Fabio Bass (baixo elétrico), Pikeno (percussão), Paulinho Torres (bateria), Luiz Henrique (percussão) e Elem Fernandes (backing vocal) – que possui 32 anos de carreira, 6 CDs e 3 DVDs lançados, e trazem a mistura do groove, soul, samba rock e outras influências como jazz e black music. O melhor de tudo: totalmente gratuito! Saiba mais nas informações de serviço. 

Serviço 

Lançamento Websérie “Resistência Samba Rock”

Quando: 10 de novembro – quinta-feira (lançamento do primeiro episódio – ative o sininho do canal do Youtube para não perder os demais)
Onde: Canal do Youtube “Bons Tempos Nostalgia Black”
Quantidade de episódios: 5
Equipe: Camila Odara (@camila_odara), Barbara Alves (@barbaraslvs), Larissa Estevam (@estevxm), Coletivo Olhares de Guiné (@olharesdeguine) e Instituto Favela da Paz (@institutofaveladapaz).
Entrevistados: Leonardo Cordeiro (@oleocordeirosrc), Mariana dos Santos (@_maridossantos), Poeta Fuzzil (@poetafuzzil), Bete Aduke (@beteaduke), Osvaldo Pereira (@osvaldopereiradj), Dinho Pereira (@djdinhoppereira), Tadeu Pereira (não possui conta), Rodrigo Santos (@dancerodstyle) e Donizeth Carneiro – DJ Caio (@donizete.carneiro.10).

Autor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.