ENTREVISTA

Vênuz Capel aponta os desafios de inclusão da linguagem neutra na sociedade

Entenda a importância social, política, cultural e humana da linguagem neutra para a sociedade nesta entrevista do Desenrola Aí com a comunicadore social Vênuz Capel.
Edição:
Ronaldo Matos

Leia também:

Para desenrolar sobre como o debate da linguagem neutra impacta a sociedade, sobretudo a comunidade LGBTQIAPN+, o Desenrola Aí entrevista Vênuz Capel, comunicadore social e pessoa não binárie, para compreender de forma mais profunda a importância da linguagem neutra e  por quê ela existe. 

Quando falamos em linguagem neutra logo pensamos nas mudanças gramaticais, mas será que é somente sobre isso que se trata? O debate em relação à linguagem neutra tem sido discutido no Brasil e defendido pelo movimento LGBTQIAPN+ como um meio de inclusão das pessoas não binaries na sociedade. 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.

O tema é alvo de ataques conservadores e fake news, o que tem dividido opiniões sobre o assunto, principalmente com dois projetos de Lei 5198/20 e PL 198/23 que seguem em análise no congresso nacional.

Segundo Vênuz, a linguagem neutra, não se trata de uma língua construída para pessoas trans, mas sim, uma forma de inclusão e normalidade de todos os gêneros ao serem retratados.

“Quando a gente usa linguagem neutra, quando a gente fala todes, a gente tá englobando todas aquelas pessoas, isso é linguagem neutra, é uma forma de tratar um grupo de pessoas de uma forma realmente neutra”

Vênuz Capel, comunicadore social

Este é o quarto episódio da primeira temporada do Desenrola Aí, o programa de entrevistas do Desenrola e Não Me Enrola que busca descomplicar assuntos relevantes para a vida da população negra e periférica. Nesta temporada, vamos abordar sobre o direito à vida e a luta da população LGBTQIAPN+ nas periferias. O Desenrola Aí tem como realização o Desenrola e Não Me Enrola e a Fluxo Imagens. 

Sobre o Desenrola Aí 

​O Desenrola Aí é um programa quinzenal que visa trocar ideias com especialistas da quebrada, descomplicando assuntos relevantes, que afetam o cotidiano da população negra e periférica e os direitos humanos, que é a essência da nossa existência e convivência enquanto sociedade. 

Nessa primeira temporada vamos abordar sobre os direitos, à vida e a luta da população LGBTQIAPN+ nas periferias. O Desenrola Aí tem como realização o Desenrola e Não Me Enrola e Fluxo Imagens.

Autor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.