Desenrola E Não Me Enrola: apoie a diversidade de narrativas no jornalismo

Apoio um jornalismo diverso e periférico!

Por Redação 30/04/2019 - 16:48 hs
Foto: Nene - FXO Mídia
Desenrola E Não Me Enrola: apoie a diversidade de narrativas no jornalismo
Jardim Ângela, zona sul de São Paulo

Acreditamos que é possível produzir um jornalismo a partir das periferias, e que vá além da tradicional produção e distribuição de informação. É exatamente isso que o Desenrola E Não Me Enrola tem feito nos últimos seis anos de atuação, ao criar narrativas jornalísticas para investigar os fatos sociais e culturais invisíveis que impactam a vida de quem mora nos territórios periféricos da cidade de São Paulo.

Levando em consideração o fato da nossa equipe ser preta e periférica, o Desenrola E Não Me Enrola considera que a diversidade no jornalismo contribui não só como um elemento estruturante para gerar representatividade de raça, classe e gênero dentro das redações, mas também como uma estratégia editorial para a construção de novos olhares para a produção jornalística, como forma de inovar e adaptar os conceitos do jornalismo às nuances sociais contemporâneas da sociedade.

Assista o vídeo-campanha:

Em nossa linha editorial, a desinformação e a reprodução de estereótipos, presente de maneira recorrente na mídia tradicional, dão lugar ao aprofundamento de discussões sobre as nuances sociais que dão forma a Identidade Cultural de sujeitos e territórios periféricos.

Ao produzir reportagens que contribuam para a nossa audiência compreender o cenário de transformações em curso nas periferias, nosso intuito também é de usar essas informações para gerar conhecimento, senso crítico e encurtar barreiras sociais e geográficas que ainda separam moradores das periferias da população que reside na região central da cidade.

O Desenrola E Não Me Enrola aposta na sua confiança para apoiar esta campanha de financiamento recorrente. A partir dela, nós teremos mais força para continuar criando conteúdos jornalísticos relevantes, para reportar fatos históricos com uma olhar “de dentro pra fora”. Assim, buscamos humanizar, traduzir e repercutir o real significado da história de pessoas, coletivos e movimentos sociais que dão forma e vida ao cotidiano das periferias.

Confira o orçamento da campanha e apoie!