ENTREVISTA

“Muitas vezes as mães se sentem sozinhas, com medo de não dar conta” diz psicóloga, Andrea Arruda

A realidade de encarar a maternidade sem culpa é mais desafiadora para mães negras e periféricas.

Leia também:

Assista a entrevista completa em nosso canal no YouTube.

São muitos os desafios, responsabilidades e expectativas, enfrentadas por mães na busca constante pela almejada “maternidade sem culpa”. Em entrevista ao Desenrola Aí, a psicóloga Andrea Arruda destaca como o comportamento social alimenta a idealização da perfeição, desencadeando angústias, depressão pós-parto e culpa materna.

A especialista também destaca que enquanto sociedade é preciso pensar numa corresponsabilidade do cuidado, que não fique atrelado somente às mulheres e, principalmente as mães, que são responsabilizadas por todas as situações que envolve a criação e desenvolvimento do cuidado com os filhos.  

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.

Um estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) aponta que a depressão pós-parto atinge mais de 25% das mães no Brasil. Para a psicóloga, é importante reconhecer que muitas mulheres encaram a gestação e a maternidade sozinhas, uma realidade que se torna ainda mais desafiadora para mães negras e periféricas, devido às condições socioeconômicas, na qual, enfrentam sobrecarga de responsabilidades que deveriam ser compartilhadas de forma coletiva e igualitária.

“A depressão, ela tem várias causas, mas muitas vezes a mulher se sente sozinha, sente muito medo de não dar conta daquela criança que chegou e muitas vezes ela não vai dar mesmo. É um lugar muito dolorido o sentimento de não querer ver a criança, não querer amamentar. Então ela não está falando da criança, está falando dela mesma, de todos os impedimentos que ela tem nesse momento, na psicologia chama de round de contorno de acolhimento. Então,essa mulher está voltada para o seu próprio sofrimento e ela não tem um lugar para despejar isso”.

enfatiza a psicóloga, Andrea Arruda
Psicóloga, Andrea Arruda e a jornalista Thais Siqueira durante a gravação do Desenrola Aí. Março/2024. Foto: Pedro Oliveira.

Sobre o Desenrola Aí

O Desenrola Aí é um programa quinzenal que visa trocar ideias com especialistas da quebrada, descomplicando assuntos relevantes, que afetam o cotidiano da população negra e periférica e os direitos humanos, que é a essência da nossa existência e convivência enquanto sociedade. O programa do Desenrola Aí tem como realização o Desenrola e Não Me Enrola e Fluxo Imagens e conta com o apoio da 8ª edição da Lei de Fomento à Cultura da Periferia.

Autor

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.