ENTREVISTA

Educadora compartilha como a adoção homoparental impacta famílias LGBTQIAPN+

Edição:
Ronaldo Matos

Leia também:

No sexto e último episódio da primeira temporada do Desenrola Aí, entrevistamos Thaís Oliversi, artista, educadora e pessoa bissexual, para entender a partir da sua vivência familiar, como o direito a adoção e gestão impacta famílias LGBTQIAPN+ ao promover experiências de maternidade e paternidade. 

Desde março de 2015, a adoção para casais LGBTQIAPN+ é reconhecida legalmente no Brasil pelo Supremo Tribunal Federal (STF), como adoção homoparental. Diante da lei, pessoas lgbt, têm o direito de adotar uma criança e constituir suas famílias, seja por meio da adoção ou gestação.

“As pessoas conservadoras entendem que a gente não pode criar filhos. Na verdade, elas não estão preocupadas se as crianças estão comendo, se essas crianças estão tendo educação digna, não é isso que é importante para elas. Elas usam isso, como uma máscara […] elas estão preocupadas com a nossa continuidade. Por isso, eu falo para pessoas lgbts: nós somos capazes de criar crianças”

Thaís Oliversi, artista e educadora

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.

Até o final de junho de 2023, os dados apresentados pelo Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA) registraram no Brasil o número de 32.107 crianças acolhidas, além de 4.422 crianças disponíveis para adoção e 34.598  pessoas na fila de espera para adotar uma criança. Os números são relativos, conforme o avanço das adoções, busca ativa e reintegrações dessas crianças ao seu núcleo familiar.

Esse é o sexto e último episódio da primeira temporada do Desenrola Aí. Na primeira temporada, trouxemos especialistas e dados que mostram como é desafiador as garantias de direito à vida da população LGBTQIAPN+ no Brasil. Acompanhe esse e outros episódios do Desenrola Aí no nosso canal de YouTube.

Sobre o Desenrola Aí 

​O Desenrola Aí é um programa quinzenal que visa trocar ideias com especialistas da quebrada, descomplicando assuntos relevantes, que afetam o cotidiano da população negra e periférica e os direitos humanos, que é a essência da nossa existência e convivência enquanto sociedade. 

Nessa primeira temporada vamos abordar sobre os direitos, à vida e a luta da população LGBTQIAPN+ nas periferias. O Desenrola Aí tem como realização o Desenrola e Não Me Enrola e Fluxo Imagens.

Autor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.