Notícia

Confira quatro espetáculos gratuitos promovidos por grupos de teatro das periferias de SP

Edição:
Redação

Leia também:

Com temáticas que envolvem histórias de mulheres migrantes do nordeste à saúde mental, as apresentações acontecem entre o fim de julho e vão até setembro.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.


Grupo Fanfarrosas – Foto: arquivo pessoal

Entre os meses de julho a setembro, as companhias Cia. de Achadouros, Pia Produções Artísticas, Fanfarrosas e Companhia de Teatro Heliópolis apresentam espetáculos gratuitos em diferentes espaços públicos em São Paulo.

As peças abordam temas como imaginação e memória de infância, saúde mental da população periférica, histórias de mulheres migrantes do nordeste e violência cotidiana. Confira: 

Os Lavadores de Histórias

Inspirado na poesia de Manoel de Barros, o espetáculo infantil “Os Lavadores de Histórias”, da Cia. de Achadouros, terá sessão gratuita no Teatro Municipal de Botucatu Camillo Fernandez Dinucci, no sábado, dia 30 de julho, às 16h.

Por meio de cenas cômicas e circenses, teatro de sombras e objetos, o espetáculo faz uma reflexão sobre a relação da criança com o mundo real e o da imaginação, lançando um olhar lúdico sobre a infância.

Além de espetáculos e pesquisa teatral, a Cia. de Achadouros também desenvolve um trabalho pedagógico na região de São Mateus, zona leste de São Paulo, com ações na Casa de Cultura São Mateus e Casa de Cultura Pq. São Rafael.

Data: Sábado, 30 de julho, às 16h.
Local: Teatro Municipal de Botucatu Camillo Fernandez Dinucci
Endereço: Praça Coronel Rafael de Moura Campos, 27 – Centro, Botucatu/SP.
Grátis / Classificação: Livre (recomendação 4 anos).

Ouvindo Vozes: da marginalização à loucura

O espetáculo Ouvindo Vozes: da Marginalização à Loucura, é uma montagem da Pião Produções Artísticas, inspirada no livro Ouvindo Vozes, de Edmar Oliveira. As apresentações são gratuitas e acontecem nos dias 03 e 04 de agosto, às 20h, na E. E. Prof. Aroldo de Azevedo, e no dia 10 de agosto, às 20h, no SASF Iguatemi II, ambos espaços públicos estão localizados na zona leste de São Paulo.

Através do livro “Ouvindo Vozes” que inspira a peça, o espetáculo explora as vivências dos artistas junto às suas memórias sobre saúde mental em seus territórios: os distritos de Iguatemi e Sapopemba, em São Paulo. A peça revela corpos aprisionados que não cumprem um papel esperado na sociedade, acompanhada por rodas de conversas sobre saúde mental na periferia com participação de psicólogas e arteterapeutas.

A Pia Produções Artísticas é uma produtora cultural periférica formada por artistas e educadores da região leste de São Paulo, e buscam criar peças que dialoguem com suas histórias e também oferecem atendimentos de gestão e produção para artistas, grupos e coletivos periféricos.

Data: Quarta (03/08), às 20h e Quinta (04/08), às 20h.
Local: E. E. Prof. Aroldo de Azevedo
Endereço: Rua Filipa Álvares, s/n – Jardim Planalto, Sapopemba, SP/SP.
Grátis / Classificação: 16 anos / Acessível em libras / Roda de conversa: Saúde Mental na Periferia – com Cristina Melo, Monica Soares, Marta Baião e elenco.

Data: Quarta (10/08), às 20h.
Local: SASF Iguatemi II – Serviço de Assistência Social à Família
Endereço: Rua João Crispiniano Soares, 98 – Parque Boa Esperança – SP
Grátis / Classificação: 16 anos / Acessível em libras / Roda de conversa: Saúde Mental na Periferia – com Cristina Melo e Monica Soares.

As Presepadas de Gitirana no Terreiro de Dona Dindinha

Até o dia 07 de agosto de 2022, o coletivo Fanfarrosas apresenta a temporada de estreia do espetáculo “As Presepadas de Gitirana no Terreiro de Dona Dindinha”, com apresentações em Itaquera e Artur Alvim, zona leste de São Paulo. A ação faz parte do projeto “Mamulengas: memórias de fulô” contemplado no VAI – Programa de Valorização de Iniciativas Culturais do Município de São Paulo.

O espetáculo é inspirado em memórias de mulheres migrantes do nordeste, e também histórias das famílias das atrizes do elenco, que protagonizam brincadeiras para além do gênero.

O grupo Fanfarrosas se desenvolve a partir do encontro de quatro mulheres que partilham da vontade de discutir temas que atravessam suas existências e juntas utilizam a manipulação de bonecos mamulengos, além de instrumentos de materiais recicláveis, para contar e cantar histórias.

Data: 06 de agosto de 2022 (sábado), às 15h.
Local: Oficina Cultural Alfredo Volpi
Endereço: Rua Américo Salvador Novelli, 416 – Itaquera – São Paulo
Grátis / Classificação Livre

Data: 07 de agosto de 2022 (domingo), às 16h.
Local: Espaço Cultural Adebankê
Endereço: Rua Durande, 175 – Artur Alvim – Zona Leste – São Paulo
Grátis / Classificação Livre

Sutil Violento

O espetáculo Sutil Violento, da Companhia de Teatro Heliópolis, reestreia nesta quinta (28), às 20h, na Casa de Teatro Maria José de Carvalho, no Ipiranga, região sul de São Paulo. A temporada fica em cartaz até o dia 4 de setembro, de quinta a domingo, com ingressos gratuitos.

A peça discute sobre sutis violências do cotidiano, que de tão sutis se tornam invisíveis e naturalizadas. Com um olhar para o entorno que revela abusos, agressões, confrontos e opressões diárias em formas de coerção privadas e públicas.

A Companhia de Teatro Heliópolis nasceu em 2000, reunindo jovens da comunidade sob orientação de Miguel Rocha, com apoio da UNAS (União de Núcleos e Associações de Moradores de Heliópolis e Região), e apresenta espetáculos que dialogam com as vivências e aprendizados do coletivo.

Data: 28/07/22 a 04/09/22, de quinta a domingo, sendo quinta, sexta e sábado às 20h e domingo às 19h00.
Local: Casa de Teatro Maria José de Carvalho
Endereço: Rua Silva Bueno 1533, Ipiranga, São Paulo.
Grátis – reserva de ingressos aqui / Classificação: 14 anos

Autor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.