ENTREVISTA

Elvis Justino explica como a LGBTfobia afeta a saúde mental da população LGBTQIAPN+

Sem redes de acolhimento afetivo na família, escola e trabalho, pessoas LGBT, vem sendo impactadas por uma série de problemas que afetam a saúde mental ao longo da vida.
Edição:
Ronaldo Matos

Leia também:

Para desenrolar sobre o impacto da LGBTfobia na saúde mental da população LGBTQUIAPN+, o Desenrola Aí entrevista Elvis Justino, diretor adjunto da Parada LGBT de São Paulo, para compartilhar uma série de reflexões sobre como esse cenário interfere na qualidade de vida da comunidade LGBT nas periferias.

A depressão e o transtorno afetivo bipolar são exemplos de transtornos mentais causados pela ausência de cuidados com a saúde mental. Entretanto, no caso da população LGBTQIAPN+, esse problema é ainda maior, mesmo com a Resolução nº 01/1999 do Conselho Federal de Psicologia (CFP), que torna ilegal práticas de psicólogos e terapeutas que favorecem tratamentos como a “cura gay” durante o atendimento de pacientes, essas recomendações ainda surgem como “solução” para a saúde mental de pessoas LGBT. 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.

Segundo Elvis Justino, esse contexto aproxima essa população do suicídio, que é fruto de uma série de complicações emocionais  impulsionada pela ausência de acompanhamento profissional para cuidar da saúde mental.

“Tem psicólogos que são defensores da corrente da cura gay […] que se utilizam de casas terapêuticas, que acabam sendo lugares de tortura”

Elvis Justino, diretor adjunto da Parada LGBT de São Paulo

Este é o quinto episódio da primeira temporada do Desenrola Aí, o programa de entrevistas do Desenrola e Não Me Enrola que busca descomplicar assuntos relevantes para a vida da população negra e periférica. Nesta temporada, vamos abordar sobre o direito à vida e a luta da população LGBTQIAPN+ nas periferias. O Desenrola Aí tem como realização o Desenrola e Não Me Enrola e a Fluxo Imagens. 

Sobre o Desenrola Aí 

​O Desenrola Aí é um programa quinzenal que visa trocar ideias com especialistas da quebrada, descomplicando assuntos relevantes, que afetam o cotidiano da população negra e periférica e os direitos humanos, que é a essência da nossa existência e convivência enquanto sociedade. Nessa primeira temporada vamos abordar sobre os direitos, à vida e a luta da população LGBTQIAPN+ nas periferias. O Desenrola Aí tem como realização o Desenrola e Não Me Enrola e Fluxo Imagens.

Autor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.