Centro de Memória Queixadas preserva a trajetória de luta dos moradores de Perus

Leia também:

Por meio das primeiras gerações de moradores e os seus arquivos físicos, como fotos, documentos e lembranças guardadas pelos mais velhos apenas na memória, o Centro de Memória Queixadas Sebastião Silva de Souza, localizado em Perus, zona noroeste de São Paulo, carrega registros da maior greve da história sindical brasileira, que resultou numa luta incansável por melhores condições de trabalho.

Confira a vídeorreportagem produzida pelos alunos da 7ª edição do Você Repórter da Periferia – programa de educação midiática promovido pelo Desenrola e Não Me Enrola –, para evidenciar a importância da preservação e memória histórica da luta dos moradores da região. 

Autor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.