NOTÍCIA

Casa de Marias arrecada doações para manter projetos de saúde mental para mulheres

Edição:
Ronaldo Matos

Leia também:

O principal objetivo da campanha é garantir atendimento psicológico gratuito para mulheres negras, indígenas e periféricas durante o primeiro semestre de 2023.  

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.


Foto Divulgação: Casa de Marias

 As doações para a campanha “Saúde Mental não tem preço, tem valor!“, organizada pela Casa de Marias, clínica de atendimento psicoterapêutico e social, localizada na Vila Esperança, bairro da zona leste de São Paulo, poderão ser realizadas até 21 de dezembro de 2022, na plataforma benfeitoria.

A campanha de financiamento coletivo reforça a importância de oferecer de maneira gratuita acesso a serviços de saúde mental para mulheres negras, indígenas e periféricas, público mais afetado pelas desigualdades sociais, que causam uma série de problemas emocionais.

“Estamos trabalhando muito para trazer horizontes de esperança em tempos tão difíceis. Vai ser muito potente, emocionante e pelos melhores motivos: continuar crescendo para continuar cuidando”, diz a Dra. Ana Carolina Barros Silva, psicanalista e pesquisadora em saúde mental da população negra que idealizou a Casa de Marias.

Foto Divulgação: Casa de Marias

Mulheres negras 

A Casa de Marias é um espaço de escuta e acolhimento. Lugar pensado em cada detalhe, por uma equipe qualificada de psicoterapeutas, para receber pessoas que precisam de cuidado. Nasce para ser casa, para criar raízes, para ser oásis em tempos difíceis.

Coordenada por um grupo de mulheres negras, se propõe uma prática clínica não dissociada do campo social e, por isso, se debruça com especial cuidado as questões que envolvem classe, gênero, raça e território. 

Confira o vídeo oficial da campanha.

Saúde mental acessível 

A campanha tem como objetivo angariar fundos para garantir a sustentabilidade dos atendimentos gratuitos durante o primeiro semestre de 2023, isso inclui a estrutura administrativa, continuidade de três colaboradores e expansão de dois projetos que já estão em andamento, além da criação de outros três.

Caso a meta de arrecadação de pouco mais de 13 mil reais seja alcançada, a Casa de Marias viabilizará mais de mil atendimentos, além de trabalho e renda para mais de 30 mulheres em diversas profissões, como psicoterapeutas, nutricionistas, assistentes sociais, advogadas, gestoras, comunicadoras, entre outras.

“Além do objetivo quantitativo, referente ao valor financeiro e o total de pessoas alcançadas, é importante chamar a atenção para a potência da campanha enquanto amplificadora de consciência de saúde mental enquanto um direito humano”, aponta Barbara Heliodora, coordenadora da campanha e captadora de recursos da Casa de Marias.

Autor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos.